Arte e cultura em Joinville, conheça e aprecie!

O Instituto Internacional Juarez Machado é local de visita obrigatória para turistas que estão em viagem pela maior cidade do estado. Além de exposição fixa do acervo do renomado artista joinvilense, há diversas mostras de arte e eventos como lançamentos de livros e bate-papos com artistas. Fique atento à agenda de arte e cultura em Joinville e aproveite melhor sua estadia.

Como todo local que reúne arte e cultura, o Instituto Internacional Juarez Machado está sempre se renovando. Seja na sua programação de exposições ou no enriquecimento do seu acervo fixo. Uma boa notícia é que em agosto, ocorreu a doação de mais de 100 obras originais assinadas pela artista brasileira/polonesa Heliana Grudzien. 

Os quadros foram produzidos nos ateliês da pintora em Varsóvia e Cracóvia, cidades polonesas. São obras que ilustram os poemas da poeta, historiadora e crítica de arte Adalice Araújo (1931- 2012), um nome do movimento cultural do Paraná. Todo o material foi minuciosamente reunido e pesquisado pelo diretor artístico do instituto, Edson Machado.

A artista Heliana fez a doação das obras originais ao Estado de Santa Catarina pela certeza de que tudo ficará bem protegido no Instituto Juarez Machado e à disposição das futuras gerações.

Os visitantes poderão ver arte e cultura em Joinville, na exposição deste material, até 27 de outubro no Espaço Expositivo da Biblioteca.

Biblioteca do Instituto Internacional Juarez Machado: local de consulta, pesquisa, leitura de livros, arte e cultura em Joinville 

Como dissemos no início, o Instituto Internacional Juarez Machado promove diferentes eventos ao longo do ano. Um exemplo disso foi o lançamento do livro “Hunsrück: Introdução à História, Gramática e Cultura do Idioma Alemão mais antigo do Brasil”, que ocorreu recentemente. 

O livro, de autoria do jornalista e pesquisador catarinense Ozias Deodato Alves Júnior, relata quase dois séculos do idioma falado em Santa Catarina, no Rio Grande do Sul, Paraná, Espírito Santo e oeste da Argentina. 

O autor, que tem livros publicados no Brasil e França e atua como jornalista na cidade de Biguaçu, apresenta o dialeto, hoje sob forte risco de extinção. Ele dividiu seu estudo em:

 Breve histórico da colonização alemã no Sul do Brasil;

  • Tópicos de gramática;
  • Resgates culturais; 
  • Depoimentos de pessoas que conheciam o idioma e o usavam.

Na ocasião do lançamento, alguns dos exemplares do livro foram distribuídos gratuitamente. A recém criada Biblioteca do Instituto Internacional Juarez Machado  futuramente será local de consulta, pesquisa e leitura dos livros de arte do acervo e arquivos da instituição. Vai abrigar, ainda, lançamentos de outros livros, sessões de autógrafos e encontros literários.

Não deixe de conferir a mostra “Veritas! A exposição”

Se você visitar o Instituto Internacional Juarez Machado até 1 de novembro deste ano, poderá conferir de perto a “Veritas! – A exposição”, que acontece atualmente no local. Ela reúne obras do artista paranaense Sérgio Canfield, repletas de símbolos psicológicos que retratam a dor humana. 

Importante também você saber que além das exposições e eventos culturais realizados em sua sede na cidade de Joinville, o Instituto Internacional Juarez Machado promove atividades itinerantes em Florianópolis, capital do Estado Santa Catarina. 

A mais recente exposição foi “Açores: a Literatura Desenhada” com obras originais do artista Tomaz Borba Vieira, no Espaço Oficinas do CIC-Centro Integrado de Cultura. 

Foi a primeira vez que 42 desenhos e gravuras deste pintor e escritor açoriano esteve no Brasil. A mostra foi uma promoção conjunta com a Fundação Catarinense de Cultura/Governo do Estado de Santa Catarina. 

O Instituto Internacional Juarez Machado fica na rua Lages, 994, no Bairro América. Confirme dias e horários de visitação, além de preços dos ingressos no telefone 47 3033-3036.

Se hospede no Hotel Bavarium e experimente o melhor café da manhã colonial da região!